domingo, 17 de junho de 2012

Pequena Crônica de Um Amor Maior



Muita coisa tem se falado sobre o amor.Uma crônica a mais, uma poesia a menos será tão somente mais um registro de um apaixonado qualquer, pois quase não há mais o que se falar e já não existe mais o que se escrever. Embora sempre se tenha uma frase, uma palavra ou até mesmo uma vírgula para se acrescentar o que se experenciou do amor - cada um tem sua forma de amar, seu modo de sentir e de viver um grande amor. 
Sim, um grande amor, porque existem vários tipos de amores, contudo não escrevo esta crônica sobre um amorzinho qualquer. Escrevo sobre um imenso e verdadeiro amor. O amor maior - aquele que invade sua vida e te faz querer alguém mais que o próprio oxigênio. 
Repare que falei verdadeiro, porque o amor é como joia, existem os falsos e os verdadeiros. Os falsos tentam nos iludir, nos enganar, mas com o tempo, tal qual bijuteria, enferrujam e perdem o brilho. Este tipo de amor só causa sofrimento, dor e nos leva à infelicidade, porque não era verdadeiramente amor, era tão somente um espectro deste sentimento. Já os verdadeiros, ah, estes duram a vida toda e nunca perdem o brilho... 
E para ser um grande, verdadeiro e único o amor precisa de outros requisitos mais; Precisa de estrelas, precisa de doses diárias de sonhos, precisa ser regado todos os dias com palavras de afeto, de carinho e de apoio - um amor maior precisa ser cuidado. 
E também precisa de bobagens. Sim precisa rir, gargalhar, falar coisinhas ao pé do ouvido, precisa de sacanagem ( por que não?) e de muitos beijinhos. 
E quem já viu um grande amor sem música? Aliás, música não; o amor maior precisa de várias canções tal qual filme - tem que ter trilha sonora. Muito embora assim como nos filmes, os beijos e as músicas não dão a garantia de um final feliz. 
Mas todo amor maior também tem um recomeço, porque tem as briguinhas, mas tem o perdão e os acertos...

Aparecida Vasquez



4 comentários:

  1. O amor em todos os sentidos. Uma linda semana pra você, beijos.

    ResponderExcluir
  2. Pra ti também meu amado amigo!!!
    Obrigada pelo carinho.
    Um xero!!!

    ResponderExcluir
  3. Olá minha querida!!!!
    O maior amor do mundo é aquele que faz nosso coração vibrar
    E até chorar de vez em quando!
    Mas cuidado, ele é igual uma plantinha deve ser regado todos os dias para não morrer. Beijossss
    Cigana Raicha

    http://ciganaluminosa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. É por este e outros posts., teu que digo e repito: EU TE AMODORO de verdade, igual a agua cristalina da fonte!!
    Voce é REAL? Ou te inventaram??
    Quanto ao livro, estarei na Bienal este ano, mas ainda só
    como co-autora. E passei no Concurso Valeu Rofessor!!
    To muito FELIZ e precisava compartilhar contigo, afinal, iremos ou não bebericar agua de coco deitadas em tua rede, na tua casa??
    Levei teu post., comigo...rsrs. Adoro!!

    ResponderExcluir